Pedir Ajuda!

Usualmente é muito fácil pensar num pedido como algo negativo, um peso e uma chatice para alguém.  

No que diz respeito a startups, acredito com todas as minhas forças que as pessoas não só estão ansiosas e dispostas para te ajudar, mas também sentem orgulho se lhes pedires algo. Porque tudo é uma uma oportunidade. Mais do que isso, o resultado que tens destes pedidos são uma dádiva e tens de começar a pensar nela nestes termos.

Assim, isto não significa apenas não ter medo de pedir, mas também significa perceber que se não pedires, as pessoas podem sentir-se postas de lado. E ninguém quer se sentir assim.

Quando consigo um objetivo,  envio uma mensagem a muita gente cujo input e a experiência eu valorizo (uma espécie de advisory board fictífio) a pedir feedback. A última coisa que quero é que alguém que admiro fique a questionar porque é que não o valorizei o suficiente para lhe fazer o pedido. Por esse mesmo motivo criei um grupo no slack de interação, partilha e entreajuda que irei falar num próximo blog post.

 

[mc4wp_form]