Conscientemente incompetente

Quando era criança detestava ler. Hoje, com 27 anos, ler é uma das coisas que mais gosto, e quanto mais leio e aprendo, mais descubro que nada sei. (Já agora, uma das coisas que me ajudou a “ler” mais foi o Audible, uma empresa do grupo Amazon, onde posso comprar livros em formato audiobook)

Fiquei surpreendido em descobrir que sou conscientemente incompetente e que nunca tinha pensado nisso até ler Personal MBA do Josh Kaufman. É interessante perceber que quanto mais aprofundamos uma área, mais noção temos que afinal não sabemos assim tanto sobre o assunto como pensávamos.

Pensando também no inverso, percebi também que já fui muitas vezes inconscientemente incompetente e que é normal o sermos. As áreas mais comuns para perceber isto são o futebol, política e educação porque conseguimos sempre opinar sobre estas áreas.

O que fazer em relação a isso? Nada. Penso que se existe alguma coisa com a qual nos temos de conformar é que seremos sempre conscientemente incompetentes em relação aquilo que queremos e gostamos de aprender. E isso não é mau! É muito bom…

E tu, o que achas?