Vamos construir um Produto Mínimo Viável? (MVP – Minimum Viable Product)

Tempo de leitura: 2 minutos

Existem imensas formas de construir um produto mínimo viável (ou também conhecido por MVP – Minimum Viable Product). Neste post vou tentar-vos mostrar como os construímos na Angry Ventures.

Mas antes disso, o que é um MVP?

Já tinha mencionado num post anterior que o termo: “Produto mínimo viável – PMV” (Em Inglês: Minimum Viable Product – MVP) foi criado por Frank Robinson e muito mencionado por Steve Blank, Guy Kawasaky ou Eric Ries. De uma forma muito resumida, produto mínimo viável é a arte de criar um produto apenas com as características-base e o essencial, de forma a validar e iterar o produto.

A arte do MVP por Steve Blank:

Ok, parece giro. Mãos ao trabalho… Mas… Como começamos? O que criamos em primeiro lugar? De que forma? Já? Ou daqui a um mês? Com que features? É melhor testar tudo para ver o que vai funcionar…

O conceito MVP é muito interessante e abordado em bastantes livros e conteúdos. No entanto são muito poucos os que transmitem ideias de como o fazer… Nós utilizamos uma abordagem muito gira. Como é que funciona?
Definir o objetivo principal do produto.
Definir o processo principal do produto.
Definir uma lista de características para cada fase do processo.
Priorizar características dentro dessas listas.

Definir e construir o MVP.

Podes subscrever a minha newsfeed aqui.
Também poderás gostar de ler: Pareto, percentagens e receitas…